Ingrid e Thiago

Eles se conheceram no metrô
Ele avisou que a mochila dela estava abrindo
Ela não tinha percebido e agradeceu

Ele perguntou o nome dela
– Ingrid – ela respondeu
– E o seu?
-Thiago, prazer

Ela perguntou o que ela fazia
– Sou vendedora no shopping
– O que você vende?
– Roupas – ela respondeu

Ela quis saber sobre ele
– Trabalho numa startup de imóveis
– Você é corretor?
– Não exatamente, faço a programação do app

Conversaram um pouco mais
Enquanto eu ouvia minha música no fone
But I was what you wanted and you were what I needed
And we could meet in between
We were gonna be the greatest love story this town had ever seen

Eu vi quando ele pediu o número dela
Ela, meio surpresa, puxou o celular e pediu o facebook dele
Trocaram contatos
Ela perguntou se ele ia fazer algo na sexta
Ele disse que não e perguntou se ela gostaria de sair
Ela topou e sugeriu um bar na Consolação
Ele aceitou e perguntou se às 19h era bom para ela
Ela topou e disse que seria bom para ir sem pressa

Eu desci na estação Consolação
Ela desceu atrás de mim
Reparei que ela olhava para trás
Ele deu um aceno de leve
Ela sorriu
E eu fui fazer minha baldeação

(Thomas Tyn Chow Wang – 15/10/2019)
Sugestão de leitura: Crônicas urbanas: #4 O Casal do Ônibus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *